Credicocapec doa 200 máscaras "faceshield" a hospitais de Franca

21 de Maio de 2020
Credicocapec doa 200 máscaras

Parceria com a UFSCar possibilitou a confecção do material, destinado à proteção dos profissionais de saúde

 
O Sicoob Credicocapec recebeu na última sexta-feira, 9, 200 máscaras faceshield da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) para serem doadas a hospitais de Franca, interior de São Paulo. A Cooperativa, colocando em prática o 7º princípio do Cooperativismo - o interesse pela comunidade - destinou as máscaras às unidades de referência no combate à Covid-19 no município, a Santa Casa de Franca e o Hospital do Coração.
 
A entrega foi realizada na última quinta-feira, 14, e estiveram presentes as representantes dos hospitais, Adriana Cristina Micheletti, enfermeira responsável pela Ala Covid, e Wiviane Mendes Nogueira, gerente assistencial do Hospital do Coração. “Em nome de toda a instituição e toda equipe, agradeço a doação feita pela Credicocapec em parceria com a UFScar. Esse material será de grande valor para os pacientes, trazendo bastante segurança, e com certeza será utilizado não só durante a pandemia da Covid-19, mas, provavelmente, também em outros casos. Estamos muito felizes e agraciados pela doação”, disse Adriana.
 
 
O projeto
 
 As notícias sobre a pandemia fizeram com que o olhar de toda a população estivesse voltado principalmente para os profissionais de saúde. Não foi diferente com o Departamento de Engenharia de Produção (DEP) da UFSCar, que se questionou sobre o que poderia ser feito para auxiliar esses profissionais. Em um primeiro momento, um grupo de pessoas uniu-se para criar protótipos de máscaras para proteção facial (faceshields), equipamento complementar de proteção para os profissionais de saúde. No início, a fabricação era realizada com a utilização de impressoras 3D e os primeiros protótipos foram testados pelos próprios profissionais de saúde da cidade de São Carlos.
 
Paralelamente, outros esforços foram realizados para possibilitar que um maior número de profissionais da área de saúde tivesse acesso às faceshields. A produção em larga escala (por processo de injeção) foi viabilizada, garantindo questões de ergonomia, usabilidade, segurança, qualidade, disponibilidade de materiais no mercado, logística, entre outros aspectos.
Para dar continuidade e alcançar mais cidades, a rede precisa de ajuda. Para saber como você pode colaborar entre em contato através do e-mail doecovid@ufscar.br ou acesse a página de doações da UFSCar. ▼
voltar